Viciado em internet?

E o que se tanto faz online? Os brasileiros sempre aparecem entre os campeões de uso das redes sociais.

Nem gosto tanto da analogia do vício pois coloca uma carga negativa em algo que, se bem usado, pode gerar ótimos frutos. Ademais, é uma visão limitada: mesmo uma pessoa que frequenta pouco a internet pode fazer isso com postura errada, castigando sua coluna. Ou seja, é importante ter uma visão ampla do assunto.

De toda forma, o uso excessivo resulta em costumes nocivos. Alguns deles, inclusive, se encontram: a evasão da privacidade instiga o olhar alheio. Dia desses a Folha abordou o cyberstalking.

Imagem via Tumblr.

Os 50 melhores sites de 2012

A revista Time divulgou sua tradicional lista de melhores do ano. O ranking é dividido em tópicos como ferramentas web; entretenimento; jogos; educação; notícias e informação; família e crianças; compras; produtividade e social.

A lista foge do lugar comum e aponta destinos menos conhecidos no ciberespaço. Como o If This Then That, um dos meus preferidos. O IFTTT cria atalhos entre serviços online que facilitam sua via online.  Exemplo: você pode mandar, automaticamente, imagens postadas no Instagram para o Flickr.

A vida como performance

Desculpe o sumiço. O casamento de um grande amigo me levou a Belo Horizonte. Aproveitei para conhecer a vizinhança, indo a Ouro Preto/Mariana e Inhotim. Essas andanças foram parar no meu Instagram (@charlescade) e no meu tumblr, que replica o que compartilho no app de imagens. Essa semana volto a ocupar o mundo digital. Mas presença de fôlego só na semana que vem. Ou, no mais tardar, no começo de outubro.

Acima, praça do Papa (Belo Horizonte-MG)

Reddit: guia rápido para jornalistas

O Poynter criou um tutorial que aponta como comunicadores podem melhor utilizar o Reddit. O curador social de links atrai cerca de 40 milhões de visitantes: até o presidente norte-americano passou por lá. São 3,2 bilhões de pageviews por mês.

Por vezes, o texto soa como uma espécie de guia de etiqueta do serviço, indicando coisas como “ouça antes de falar” e “não faça spam com seus próprios links”. Dicas, aliás, bastante pertinentes em qualquer rede social. Mas vale como introdução para quem quer entender a dinâmica desse serviço de compartilhamento de links. É bom se aproximar do Reddit: vários memes aparecem primeiro por lá.