Sintonizando novos meios

“Nós estamos vendo o efeito cumulativo de assistir tv de forma não-linear”

Jeff Gaspin, chefe de entretenimento da emissora norte-americana NBC, em matéria do NY Times sobre a perda de audiência das atrações “ao vivo” (a primeira vez que um programa é transmitido). Para ele, agora os telespectadores optam pelas “built-up libraries”. Com isso, podem assistir em sequência todos os episódios de um programa. Via Netflix, iTunes, gravações caseiras…

Além da fartura de conteúdo, há outras vantagens. Gaspin dá como exemplo a série The Walking Dead. Ele começou a assistir o programa junto com seu filho através de diversos meios disponíveis até alcançar o final da segunda temporada ao vivo.

“Não foi tão bom. Os comerciais quebram a tensão. Tínhamos visto os outros episódios com cobertores sobre nossas cabeças. Eu odeio dizer isso para os executivos desse negócio, mas eu nunca mais vou assistir Walking Dead ao vivo novamente”, explica Gaspin.

Esse é um assunto comum nesse blog. Alguns chamam essa tendência de era pós-televisão.

About these ads

Published by

charles cadé

Multimedia Professional & Communications Consultant. Great listener, avid reader, and movie lover.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s